• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Teve início o 3º Módulo do II Curso Estadual de Formação Política para Mulheres

A ação tem como eixo temático: feminismo, gênero e ação sindical

Publicado: 24 Setembro, 2019 - 23h13

Escrito por: ASCOM/ FETAG/PI

FETAG
notice
terceiro módulo do II Curso Estadual de Formação Política para Mulheres Dirigentes Sindicais – Enfoc

Oitenta e cinco mulheres dirigentes sindicais: presidentes, secretárias de finanças, coordenadoras de mulheres e representantes do coletivo de mulheres, iniciaram na última segunda-feira (23) no Centro de Estudos Sindical Rural (CESIR) da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Piauí (FETAG-PI) em Teresina o terceiro módulo do II Curso Estadual de Formação Política para Mulheres Dirigentes Sindicais – Enfoc Mulher – dos 16 polos sindicais da federação.

A ação tem como eixo temático: feminismo, gênero e ação sindical. Com objetivo de proporcionar uma formação política, feminista e sindical, para mulheres trabalhadoras rurais visando sua qualificação e empoderamento como mulheres, cidadãs e dirigentes sindicais.

O evento iniciou com a mística de abertura, abordagem do terceiro módulo – mulheres no MSTTR, conquistas, perspectivas e desafios – e a acolhida das participantes pela Diretoria Efetiva da Federação.

FETAGFETAG

“Nós estamos unidas neste processo de formação, por isso acreditamos na importância em realizar uma Enfoc específica para mulheres, ou seja, priorizando este momento destinado as companheiras dirigentes sindicais, porque nesta turma e nos STTR’s temos mulheres empoderadas que desempenham um papel fundamental nestes espaços”, disse a Presidente da FETAG-PI, Lucilene Ferreira.

FETAGFETAG

“Agradecemos pelo retorno de todas as educandas para o terceiro módulo na certeza que faremos uma ótima formatura e que saiam daqui educadoras populares”, conclui a presidente.

A Enfoc é uma escola de formação político sindical, constituída em 2006 para assumir a formação das lideranças do Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais - MSTTR, contribuindo para que esse pense e repense, criticamente, os rumos da luta, a organização sindical, as práticas sindicais, o seu projeto político, articulado aos temas do cotidiano sindical, em uma perspectiva de valorização da pluralidade de ideias, a construção coletiva do conhecimento, a autocrítica, a troca de experiências e a partilha de saberes e fazeres.

FETAGFETAG

Este módulo se estende até sexta-feira (27) e terá: roda de conversas sobre educação popular e o método de Paulo Freire; apresentação das atividades inter módulos; história do sindicalismo no Brasil; políticas públicas para mulheres do campo e controle social; roda de conversas sobre a história de inserção das mulheres no MSTTR, painel (a inserção da mulher da política partidária); rememória do processo de luta e conquista da paridade de gênero no MSTTR; diálogo sobre a Marcha Nacional das Margaridas e a TransFormatura, momento de gala das educandas.