• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota de pesar pelo falecimento do jornalista Paulo Henrique Amorim

O comunicador faleceu na madrugada desta quarta (10/7), aos 76 anos, em decorrência de um infarto fulminante. Uma grande perca para o Jornalismo e seus familiares

Publicado: 10 Julho, 2019 - 13h59 | Última modificação: 10 Julho, 2019 - 14h31

Escrito por: Socorro Silva - CUT-PI

Reprodução
notice
Paulo Henrique Amorim deixa a sua marca registrada na comunicação em defesa da democracia

CUT PIAUÍ lamenta a perca prematura  do jornalista Paulo Henrique Amorim. O comunicador faleceu na madrugada desta quarta (10/7), ao 76 anos, em decorrência de um infarto fulminante.

O jornalista teve passagem por diversas emissoras de televisão, crítico do atual governo Jair Bolsonaro, mantinha o blog Conversa Afiada, que se notabilizou pela defesa de uma mídia democrática e com críticas frequentes à Lava Jato e a Bolsonaro. O jornalista popularizou o termo “PIG”, o Partido da Imprensa Golpista, usado para criticar os meios de comunicação que apoiaram o golpe contra os governos de Lula e Dilma.

Amorim dedicou boa parte da sua vida profissional na defesa do Estado Democrático de Direito, da liberdade de expressão e dos direitos sociais. Perdemos mais uma voz na defesa da democracia e dos direitos da classe trabalhadora, mas o seu legado para a imprensa brasileira e, em especial, para a comunicação popular e alternativa continua vivo.

Estimamos aos (as) Amigos (as) e Familiares a força necessária para esse momento de profunda dor. 

#PAULO HENRIQUE AMORIM...PRESENTE!

Teresina, 10 de julho de 2019

Direção-Executiva da CUT-PI