• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Em Teresina, Greve dos Rodoviários segue no seu 2° dia sem nenhum acordo

Os patrões não apresentaram nenhuma contra proposta até o momento

Publicado: 05 Fevereiro, 2019 - 17h14 | Última modificação: 05 Fevereiro, 2019 - 17h53

Escrito por: Socorro Silva

Socorro Silva - CUTPI
notice
Rodoviários do Piauí Greve

A greve dos trabalhadores do transporte coletivo de Teresina segue para seu segundo dia. Até o momento não há sinal de acordo entre o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários de Teresina (Sintetro) e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut).

Socorro SilvaSocorro Silva

Segundo Fernando Feijão, presidente do Sintetro, a questão do reajuste salarial de aproximadamente 8,5%, é o que mais tem pesado na negociação. “Não querem nos atender, aí fica complicado. Hoje, mais de 30% dos ônibus estão circulando. Ficam jogando para cima da prefeitura e do jeito que está não dá”, não estamos impedindo os ônibus de saírem das suas garagens como acusa o SETUT, o Sindicato está seguindo o que determina a lei de greve, o que deveria os empresários fazer é pagar o que devem aos trabalhadores, ai tudo ficaria resolvido, até o presente momento não houve nenhuma contraproposta, tudo o que queremos é que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados, nós já travamos uma luta diária rodando nesses ônibus que em sua maioria apresentam defeitos, arriscando a vida, além dos constantes assaltos, só estamos cobrando um reajuste salarial justo e digno para cada um”. Disse.

Socorro Silva - CUTPISocorro Silva - CUTPIA categoria está reivindicando o reajuste salarial de 8,5%, além do aumento da frota de ônibus. O movimento paredista dos trabalhadores do transporte coletivo de Teresina foi anunciado no último dia 29, aprovado em assembleia, caso não haja nenhum dialogo favorável, a Greve permanecerá por tempo indeterminado.

 

 

carregando
carregando