• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-PI realiza ato em protesto contra os ataques aos serviços públicos e servidores

Dia do Servidor Público foi marcado de discursos contra a reforma administrativa

Publicado: 28 Outubro, 2020 - 18h21 | Última modificação: 28 Outubro, 2020 - 23h02

Escrito por: Socorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PI
notice
Dia do Servidor Público em Teresina teve ato

A Central Única dos Trabalhadores do Estado do Piauí(CUT/PI), e sindicatos CUTistas,  se uniram durante ato público na manhã desta quarta-feira (28), na Praça Rio Branco, no centro de Teresina. Seguindo a agenda Nacional em Defesa dos Serviços Públicos. 

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

A manifestação teve como objetivo fortalecer a luta em defesa dos direitos dos servidores públicos, contra a reforma administrativa, em defesa das empresas públicas, e em apoio a greve geral dos trabalhadores de transporte urbano de Teresina, que teve ínicio ás 00:00h desta quarta dia 28 de outubro. Onde esteve presente o Presidente do Sindicato dos Rodoviários - Ajuri Dias, e diretores (as).

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI 

Os discursos tiveram objetivo de alertar a população, homenagear servidoras e servidores públicos em seu dia, e destacou a importância da unidade na luta. Presentes durante o ato público: Sinsep, Urbanitários, Sinte, Rodoviários, Bancários, Comerciários, Sintsprevs

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI 

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI 

Paulo Bezerra "Nós precisamos do serviço público, nós temos que ter a capacidadede diálogar com esse povo, e a CUT-PI, e os sindicatos dos servidores públicos, precisamos esclarecer a socidade também de que a greve do setor de transporte de Teresina, ela se torna nescessária em detrimento do setor empresarial, que está explorando a mão de obra do trabalhador de transporte, inclusive o que é mais grave, está sugerindo demitir os cobradores, dizendo que só vão oferecer tickte alimentação se houver essas demissões, e com isso nós da CUT, não podemos abrir mão da defesa desses trabalhadores". Disse.

"O projeto que o governo está oferecendo de reforma administrativa, é tirando do estado a responsabilidade de oferecer políticas públicas para a população, temos a consciência de que a sociedade ainda não tem uma visão da realidadedo que acontece nesse país, precisamos estar nos espaços públicos conversando, dizendo que a responsabilidade de políticas públicas são de responsabilidade do poder municipal, estadual, e do governo federal, e nós servidores públicos não temos o que comemorar, pois estamos em batalha, em luta porque a política voltada para a capacitação, para os servidores públicos é muito ruim, além desta pandemia que tem ocasionado muitas demissões, e o governo federal não está nem aí, o que considero um desrespeito com a população, mais a luta continua, resistiremos em defesa dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras". Concluiu.

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI