• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-PI defende Caixa 100% pública durante atividade dos 160 anos da instituição

O governo quer privatizar os bancos, tirar o direito da população carente e desempregar trabalhadores

Publicado: 12 Janeiro, 2021 - 15h41 | Última modificação: 12 Janeiro, 2021 - 20h57

Escrito por: Socorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PI
notice
160 Anos da Caixa Econômica Federal, Ato em frente a agência da praça rio branco em Teresina

Nesta terça-feira (12), a Caixa Econômica completa seus 160 anos, e como forma de registrar uma data tão importante, em Teresina-PI, foi realizada uma atividade em frente a agência da Caixa Econômica, no centro da capital, mais precisamente na agência conselheiro Saraiva, próximo á praça Rio Branco. A CUT-PI esteve presente através do presidente Paulo Bezerra, Antônia Ribeiro - Secretaria de Combate ao Racismo, Chicão - Secretário de Mobilizações e Movimentos Sociais, José Emiliano - Paulo Roberto - Secretário de Organização e Política Sindical, Luzemir  de Sousa - Secretária Geral, juntamente com a diretoria do sindicato dos bancários, e dirigentes sindicais do Sinte, Comerciários, Sinttel, Vigilantes, e  Apcef. Contou também com a presença e contribuíção do Deputado Federal Merlong Solano (PT).

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

A Caixa foi fundada em 12 de janeiro de 1861, por Dom Pedro II e de lá pra cá, vem cumprindo um papel social de um dos maiores bancos públicos brasileiros, trazendo em sua história vários feitos, nesses 160 anos a caixa tornou-se a principal aliada dos brasileiros e das brasileiras, levando serviços bancários a todos os municípios do País, alinhando-se ao seu desempenho de um importante papel social. 

A Caixa tem sido imprescindível na vida da população mais carente, pois ela participa de todas as políticas sociais e de combate à desigualdade social.

O Banco Público está historicamente ligado à gestão de programas sociais, para os trabalhadores, ele cuida do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Quem é estudante e não tem condição de pagar o ensino superior, é a Caixa que faz a gestão do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

Quem perde o emprego, recebe o seguro-desemprego pela Caixa. E para os brasileiros que sonham com a casa própria, o Banco Público, como maior financiador habitacional do País, ajuda nesta missão. Inclusive, foi gestor do programa Minha Casa Minha Vida.

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Paulo Bezerra - Presidente da CUT-PI "Tudo que tem de errado nesse governo, é falta de política voltada para a economia, para a classe trabalhadora e a população mais pobre, ele não tem vontade de melhorar a vida e as condições do povo, e insiste em fazer uma política totalmente equivocada. Enquanto essa política do Bolsonaro permanecer, ainda será pior o dia de amanhã. E nesta data é preciso a conscientização de cada cidadão(ã) brasileiro(a), da importância de defender que a Caixa seja 100% pública, não podemos permitir que ela seja privatizada. Por isso é que nós da CUT, lamentamos que estejam tentando fazer isso com um banco que muito serve e já serviu a todos (a), e continuaremos firmes na luta em defesa dessa instituição". Disse.

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Durante a sua fala, o presidente da CUT-PI, deixou registrado o repúdio da central voltado ao gesto da Ford Motor Company, e o programa de reestruturação do Banco do Brasil, que trará fechamento de agências e a perda de muitos empregos diretos, em plena pandemia e ínicio de 2021, segundo ele "o cenário é de total descaso e desrespeito a classe trabalhadora, a luta tem que continuar". Frizou.

Recentemente, a Caixa foi fundamental no atendimento aos brasileiros durante a pandemia causada pelo novo coronavírus. O Banco Público foi o agente pagador do auxílio emergencial para mais de 67,9 milhões de brasileiros. Além disso, disponibilizou na conta de mais de 60 milhões de brasileiros o FGTS Emergencial.

Para esses dois pagamentos, a Caixa abriu uma conta poupança social digital para cada brasileiro receber os pagamentos. Milhares de pessoas tiveram, pela primeira vez, acesso a uma conta bancária. Usando o aplicativo Caixa Tem, era possível pagar boletos, transferir o dinheiro, ter acesso a um cartão de débito virtual e até pagar compras em estabelecimentos com um sistema QR Code.

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI 

Odaly Medeiros - Presidente do Sindicato dos Bancários do Piauí-SEEBFPI "A Caixa econômica é o banco do desenvolvimento, o que seria do Brasil se não fosse os nossos bancos públicos, o que seria do Nordeste sem não fossem os bancos públicos, e hoje em particular,  a caixa completa 160 anos, cito aqui que de todo o seu volume financeiro que vem para o Nordeste, é aplicado em políticas sociais, e reestruturação e estruturação do País, o saneamento básico é feito pela caixa econômica, financiado pelos munícipios, todos os municípios do Brasil precisam da caixa, os estados também precisam da caixa, e assim acontece com os brasileiros e brasileiras, e sabemos que os bancos privados trabalham com uma linha de crédito aos grandes empreendedores, eles trabalham com os grandes empresários, bem diferente da caixa que trabalha com a massa popular, que abre poupança para as pessoas pobres, é uma longa história a ser contada e valorizada, e disso nós bancários não abrimos mão". Citou.

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Deputado Merlong Solano (PT-PI), também deixou a sua contribuição durante a atividade "Os bancos públicos prestam serviços essenciais a população. Hoje a caixa completa seus 160 anos, mais do que comemorar, é preciso unir forças em defesa dos bancos públicos, bancos como a Caixa, banco do Brasil e banco do Nordeste, são responsáveis por programas sociais de alta importância para a população brasileira, como o bolsa família, o benefício de prestação continuada e o fundo constitucional de financiamento do Nordeste. Quem executa a política habitacional no Brasil? Quem executa a política agrícola emprestando dinheiro para a agricultura familiar? Quem empresta dinheiro para obras de saneamento básico, água e esgoto? Os bancos públicos, por isso defenda os bancos públicos". Destacou.

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Socorro Silva-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Nesses 160 anos, muita coisa aconteceu. A trajetória não foi nada fácil, mas a Caixa sempre esteve ao lado do povo brasileiro em todos os momentos. E agora, mais do que nunca, é o momento da população lutar por uma Caixa 100% Pública.