• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Audiência com a Governadora discute pautas dos trabalhadores do setor público

Criação de uma Mesa Permanente de Negociações foi a proposta final

Publicado: 31 Janeiro, 2019 - 02h02 | Última modificação: 31 Janeiro, 2019 - 02h50

Escrito por: Socorro Silva

Socorro Silva - CUTPI
notice
Paulo Bezerra - Presidente da CUT-PI

Reunidos (as) no Palácio de Karnak em Teresina durante audiência pública convocada pela Central Única dos Trabalhadores no Estado do Piauí-CUT-PI, na tarde da última segunda (28) junto à governadora do estado do Piauí em exercício, Regina Sousa (PT), diversos representantes dos sindicatos do setor público e empregados participaram de um dialogo  apresentando suas pautas comuns à maioria, e algumas específicas de cada entidade, durante a audiência foram levantados vários pontos entre eles se destacou os pisos salariais, negociações, enquadramentos, atrasos nos repasses das contribuições sindicais, repasses de empréstimos consignados, promoções, aposentadorias dentre outros. 

Regina Sousa comprometeu-se de repassar ao governador Wellington às demandas dos sindicatos, tendo em vista estar ocupando o cargo de Governadora em Exercício durante a ausência do Governador Wellington Dias - Retornando oficialmente ao cargo nesta quarta (30).

Para o presidente da CUT, Paulo Bezerra “Esse é um espaço importante para discutir as pautas mais emergenciais dos trabalhadores, cada categoria tem problemas a serem resolvidos e acreditamos que o Governo do Estado precisa fazer esse mapeamento e discutir separadamente. A mesa é fundamental para manter esse diálogo. Vimos à boa vontade do governo em propiciar esse diálogo, que melhora inclusive a relação dos sindicatos com a categoria. Temos muitas pautas travadas e é fundamental essa mesa, sabemos que é difícil, mas temos que insistir. Essas pautas envolvem direitos e estamos em um processo de desgaste, sabemos do aumento da folha vegetativa do estado, das dificuldades financeiras, e queremos dialogar”. Disse.

A governadora se propôs a acompanhar as mesas de negociações, contribuindo principalmente com a experiência sindical. “O sentido da mesa permanente é ir negociando aos poucos. Cada vez com um grupo, sob a coordenação da Central Única dos Trabalhadores para ir limpando as pautas. As demandas deles são intensas e, como sindicalista, sempre defendi a negociação. No Banco do Brasil participei, e a cada três meses nos reuníamos. A ideia é não deixar acumular tanto”, comentou Regina Sousa.

A audiência pública contou com a participação do Presidente da CUT-PI – Paulo Bezerra (Secretário de Comunicação do SINSEP-PI), Sinte, Urbanitários-PI, Sindicato dos Fazendários, Sindicato dos Servidores do DER, Sinpoljuspi, Sinpolpi, Fundação Antares, Sinepupi, Sindmetro-PI, Sinterpi, Sindespi, Sindsculpi, Sindicato dos servidores da Secretaria de Administração e Previdência, Sindicato dos Radialistas, Sinseplan, SSASPI, Sindetran-PI. Além do secretário Merlong Solano e o Deputado João de Deus (PT).

Como resultado da reunião, ficou encaminhada a criação de uma Mesa Permanente de Negociações para discutir pautas gerais e específicas.

carregando
carregando