• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

28 CUTistas do Piauí participam do 13º CONCUT

Sindicalistas de todo o país estão reunidos em Praia Grande (SP) para debater o futuro da organização sindical da CUT

Publicado: 09 Outubro, 2019 - 12h13 | Última modificação: 09 Outubro, 2019 - 15h42

Escrito por: Socorro Silva-CUT-PI

Reprodução
notice
Delegação do Piauí no 13º CONCUT

A Delegação do Estado do Piauí é composta por dirigentes sindicais e trabalhadores de base CUTistas que participam do 13º Congresso  Nacional da CUT (CONCUT), evento acontece em Praia Grande, em São Paulo. A delegação do Piauí conta com a representação de 28 sindicatos CUTistas de vários ramos.

O encontro, que iniciou na segunda-feira (7) e encerrará na quinta-feira (10), tem como tema central a liberdade para Lula, um dos fundadores da CUT, em 28 de agosto de 1983. 

Paulo Bezerra - Presidente da CUT-PI "O congresso da CUT acontece num momento dificil que estamos enfrentando atualmente, dai a sua importância, nós trabalhadores temos um papel fundamental de fazermos valer a garantia dos direitos que conquistamos ao longo da história do movimento sindical da CUT, que tem 36 anos  de lutas e conquistas, história e lutas estas que tem que ser valorizadas pelos trabalhadores brasileiros,  e nós do Nordeste, especialmente do estado do Piauí reconhecemos o valor que a CUT tem para a classe trabalhadora, essa representação foi construida de uma forma coletiva, nós estamos vivendo um momento de resistência, e o congresso gira em torno de unidade na luta, o congresso é voltado para a importância do movimento sindical brasileiro, e o que stá sendo discutido aqui esses dias de congresso só veem a fortalecer cada vez mais o debate para o desenvolvimento de um projeto amplo, um  projeto de nação, projeto social, político e educacional para o nosso país". Disse.

Segundo Paulo Bezerra "A classe trabalhadora precisa entender o papel de resistência, de mudança desse cenário que depende de todos nós, da organização da classe trabalhadora, e a CUT tem que se manter a frente da construção da unidade, a frente da luta, não só pelo tamanho, mais pelo conhecimento político, e pelo papel desses 36 anos, e a CUT-PI faz parte  desse processo de luta  junto com os seus sindicatos. Temos hoje um governo que não traz nada de positivo para os trabalhadores, e não podemos cruzar os braços, o momento é de resistência, e de luta!". Concluiu.

Paulo agradece a participação dos sindicatos que enviaram seus (suas) delegados (as) para somar no debate durante o congresso Nacional da CUT (CONCUT).